segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Em outubro falou-se de...

Mais um mês, mais uma lista daquilo que foi sendo lido e comentado na internet aberta de língua portuguesa durante o mês anterior, relacionado diretamente ou nem por isso com a ficção científica.

Começo, como sempre, pela conversa habitual, só interessante para recém-chegados, pelo que os leitores habituais destes artigos podem saltar este parágrafo sem qualquer problema. Encontra-se mais informação sobre estes artigos, seus objetivos e suas limitações, no primeiro post da série, eles estão todos acessíveis, tanto este como os anteriores e, no futuro, os posteriores, na tag leituras fc, e os comentários que eu tenho a fazer sobre as listas que se seguem vêm, como sempre acontece, depois dessas mesmas listas, no fim do post.

Despachado o intróito, eis as listas do mês:

Ficção portuguesa:
  1. Uma Terra Prometida, org. ??
  2. A Terra da Naumãn, de H. G. Cancela
  3. O Resto é Paisagem, org. Luís Filipe Silva
  4. Tudo Isto Existe, de João Ventura
Ficção brasileira:
  1. Face a Face, de Luiz Bras (conto)
  2. O Homem que Fotografou Deus, de Maciel Brognoli
  3. A Jornada da Morte, de José M. S. Freire
  4. Tente Outra Vez, de Fabiano Jucá
  5. Trabalho Honesto, de Rodrigo Von Kampen
  6. O Presidente Negro, de Monteiro Lobato
  7. Absolutos, de Rodolfo Salles (2x)
  8. A Lição de Anatomia do Terrível Doutor Louison, de Enéias Tavares
  9. Esquadrão X, de Vivian Villalba
  10. (R)Evolução, de Lu Ain-Zaila
Ficção internacional:
  1. O Restaurante no Fim do Universo, de Douglas Adams
  2. O Poder, de Naomi Alderman (2x)
  3. Opposition, de Jennifer L. Armentrout
  4. Origin, de Jennifer L. Armentrout
  5. Fundação (trilogia), de Isaac Asimov
  6. Órix e Crex, de Margaret Atwood
  7. The Voices of Time, de J. G. Ballard (conto)
  8. Sepulcros de Cowboys, de Roberto Bolaño
  9. A Colônia, de Ezekiel Boone
  10. Fahrenheit 451, de Ray Bradbury
  11. Estrela do Perigo, de Marion Zimmer Bradley
  12. O Sol Vermelho, de Marion Zimmer Bradley
  13. Os Salvadores do Planeta, de Marion Zimmer Bradley
  14. A Menina que Tinha Dons, de M. R. Carey
  15. A Elite, de Kiera Cass
  16. A Seleção, de Kiera Cass
  17. Felizes Para Sempre, de Kiera Cass
  18. Alvo em Movimento, de Cecil Castellucci e Jason Fry
  19. A Vida Compartilhada em uma Admirável Órbita Fechada, de Becky Chambers
  20. Jogador 1, de Ernest Cline
  21. A Quarta Profecia, de Suzanne Collins
  22. Conquista, de Ally Condie
  23. Travessia, de Ally Condie
  24. Jurassic Park, de Michael Crichton
  25. Vox, de Christina Dalcher (2x)
  26. Arena 13, de Joseph Delaney
  27. Espere Agora Pelo Ano Passado, de Philip K. Dick (2x)
  28. O Homem do Castelo Alto, de Philip K. Dick
  29. Sonhos Elétricos, de Philip K. Dick (2x)
  30. Ubik, de Philip K. Dick
  31. Muitas Águas, de Madeleine l'Engle (3x)
  32. Um Planeta em seu Giro Feroz, de Madeleine l'Engle
  33. Uma Coisa Absolutamente Incrível / Uma Coisa Absolutamente Fantástica, de Hank Green (9x)
  34. Revivente, de Ken Grimwood
  35. O Mapa do Tempo, de Heidi Heilig
  36. ... E Ele Construiu uma Casa Torta, de Robert A. Heinlein (conto)
  37. Strange Weather, de Joe Hill
  38. Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley
  39. O Lagarto, de C. J. Cuttcliffe Hynes (conto)
  40. O Portão do Obelisco, de N. K. Jemisin
  41. Flores para Algernon, de Daniel Keyes
  42. A Incendiária, de Stephen King
  43. Celular, de Stephen King (4x)
  44. A Balada do Black Tom, de Victor Lavalle
  45. Justiça Ancilar, de Ann Leckie
  46. O Problema dos Três Corpos, de Cixin Liu (2x)
  47. Mil Mortes e Outras Histórias, de Jack London
  48. O Princípio do Fim, de Manel Loureiro
  49. A Cor que Caiu do Espaço, de H. P. Lovecraft (conto)
  50. Contos, vol. 2, de H. P. Lovecraft
  51. Medo Clássico, vol. 1, de H. P. Lovecraft
  52. Os Contos Mais Arrepiantes de Howard Philips Lovecraft, de H. P. Lovecraft (2x)
  53. Vigilante Noturno, de Marie Lu
  54. O Corpo Dela e Outras Partes, de Carmen Maria Machado
  55. Earth Hour, de Ken MacLeod (conto)
  56. The Finite Canvas, de Brit Mandelo (conto)
  57. A Flor de Vidro, de George R. R. Martin (conto)
  58. Nightflyers, de George R. R. Martin (conto)
  59. Santuário dos Ventos, de George R. R. Martin e Lisa Tuttle
  60. Nada Enfurece Mais uma Mulher, org. George R. R. Martin e Gardner Dozois
  61. A Estrada, de Cormac McCarthy
  62. Um Cântico Para Leibowitz, de Walter M. Miller, Jr.
  63. Os Seis Finalistas, de Alexandra Monir (2x)
  64. A Revolta, de Kass Morgan
  65. Binti, de Nnedi Okorafor
  66. Let me Live in a House, de Chad Oliver (conto)
  67. Evolução, de John Peel
  68. A Terra Longa, de Terry Pratchett e Steven Baxter
  69. Nyxia, de Scott Reintgen
  70. Tormenta de Fogo, de Brandon Sanderson
  71. After the Coup, de John Scalzi (conto)
  72. The President's Brain is Missing, de John Scalzi (conto)
  73. A Nuvem, de Neal Shusterman
  74. Fragmentados, de Neal Shusterman
  75. O Ceifador, de Neal Shusterman (2x)
  76. As Viagens de Gulliver, de Jonathan Swift
  77. Os Oleiros de Firsk, de Jack Vance (conto)
  78. Steampunk, org. Ann e Jeff VanderMeer
  79. Aniquilação, de Jeff VanderMeer
  80. 20 Mil Léguas Submarinas, de Jules Verne
  81. As Sereias de Titã, de Kurt Vonnegut Jr.
  82. A Ilha do Doutor Moreau, de H. G. Wells
  83. A Máquina do Tempo, de H. G. Wells
  84. Beemote: A Revolução, de Scott Westerfeld
  85. Sector General, de James White (conto)
  86. Meteoro, de John Wyndham (conto)
  87. A Última Estrela, de Rick Yancey
  88. The Guns of Avalon, de Roger Zelazny
Não-ficção internacional:
  1. 21 Lições para o Século 21 ou 21 Lições para o Século XXI, de Yuval Noah Harari (2x)
  2. Universo Alien, de Don Lincoln
  3. Coração Assombrado, de Lisa Rogak
Quanto a comentários, bem, tenho de começar por dizer que volto a estar alguns dias atrasado lá no Ficção Científica Literária, pelo que estas listas não contêm tudo o que foi comentado ao longo do mês de outubro, tendo ficado algumas coisas para as do mês de novembro. Mas mesmo assim...

... mesmo assim o mês correu mal. Os comentários a material português voltaram a cair, tendo sido este mês apenas quatro, e um refere-se a uma antologia que contém apenas um conto que parece roçar ao de leve pela FC mas também pode nada ter a ver com o género. Ou seja: depois de dois meses com uma ligeira animação, voltámos a estar muito mal de comentários portugueses.

Mas não foi só Portugal que se portou mal. A queda na ficção brasileira comentada em setembro acentuou-se em outubro, reduzindo-se a apenas 10 títulos (número que me parece o mínimo aceitável para um ambiente saudável), um dos quais vem aqui da Lâmpada. É possível que isso tenha tido a ver com as eleições e que o número volte a subir em novembro, mas só o saberemos daqui a um mês. Curioso é ver mais uma vez o livro de Rodolfo Salles com mais que um comentário. Pode tratar-se de marketing bem direcionado — e há indícios que me levam a suspeitar disso mesmo — ou de interesse genuíno, mas o facto é que este livro tem sido de longe o livro brasileiro mais comentado este ano.

No campo da ficção traduzida, o número de títulos referenciados voltou a subir, o que comprova que o atraso no trabalho do FCL não é determinante para a escassa quantidade de opiniões a material lusófono. Mas desconfio que sem esse atraso é muito possível que em outubro se tivesse chegado aos 100 títulos. Assim ficou-se pelos 88, dos quais se destaca, e de muito longe, o livro do Hank Green, alvo de 9 opiniões. É o livro mais comentado num só mês desde que comecei a fazer isto. Outros destaques do mês são Philip K. Dick, mais uma vez, com 6 comentários a 4 obras, Stephen King, com 5 comentários a 2 obras, H. P. Lovecraft, com 5 comentários a 4 obras, Madeleine l'Engle, com 4 comentários a 2 obras, Neal Shusterman, com 4 comentários a 3 obras e George R. R. Martin, com 4 comentários a outras tantas obras, incluindo obras de sua autoria e (co-)organizadas por ele. Quase tudo graças aos produtores de conteúdos brasileiros.

Vamos a ver se o mês que começou há dias trará algumas melhorias. Uma ideia que vai ser alvo de um post que estou a preparar poderá vir a contribuir para isso, ainda que ainda não em novembro, provavelmente. Sairá em breve; fiquem atentos. E quanto a estes "falou-se de...", voltamos a encontrar-nos no princípio de dezembro.

Sem comentários:

Enviar um comentário