sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Lido: O Preço dos Ovos

O Preço dos Ovos é das pouquíssimas histórias incluídas neste livro de Adolfo Coelho que têm todo o ar de caso acontecido, mesmo que possivelmente alterado com o passar dos anos e a sucessão de contadores (quem conta um conto acrescenta-lhe um ponto, e coiso e tal).

Fala de uma dívida, de um credor que se tentou aproveitar da dívida para obter aquilo a que não tinha direito, e da forma astuta como o devedor se livrou da ameaça que sobre ele pairava. Tudo sem magias, intervenções divinas ou coisas do género. Tudo em plano realista. E tudo a ressoar a coisa não só possível, não só acontecida, mas bem conhecida. Afinal, dívidas e credores a tentar aproveitar-se das dívidas para obter aquilo a que não têm direito são o pão-nosso de cada dia na vida das nações.

Esta é, pois, uma história que pese embora a sua ambientação rural e antiga facilmente se adapta aos dias de hoje e que facilmente reconhecemos. Uma história interessante, apesar de eu preferir quando elas trazem consigo algo fora do comezinho quotidiano.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário