domingo, 1 de dezembro de 2019

Leiturtugas da semana #43

Ultimamente não tem havido semanas em falta nestas notas sobre as Leiturtugas da semana, e esta não foi exceção. Mas contrariamente às últimas semanas, nesta não foi nem o Artur nem a Cristina a fazer as honras da coisa, mas sim um tipo chamado Jorge Candeias, que leu e comentou a antologia 7 Contos Ilustr.s, organizada por Fernando Esteves Pinto e publicada pela Lua de Marfim. É um livro com FC, se bem que a esta altura do campeonato isso já não tenha importância porque os mínimos estão cumpridos.

O início de dezembro é também a altura certa para fazer um balanço das Leiturtugas. Não só por faltar um mês para o fim do ano, e por isso ser o momento para quem ainda estiver atrasado e quiser atingir os objetivos fazer um último esforço, mas porque foi em dezembro do ano passado que esta ideia foi posta em prática.

O balanço do ano até agora está aqui na tabela em baixo: seis participantes já cumpriram, uma sétima só ainda não cumpriu porque depois de despachar as leiturtuguinhas, em que tinha escolhido participar inicialmente, decidiu tentar as leiturtugas, e três dos outros estão bem encaminhados. Só dois duvido que cumpram, mas nunca se sabe; podem ter deixado tudo para o fim do ano.

Publicação Já cumprido Falta cumprir Mês de início
O Senhor Luvas objetivo ultrapassado janeiro
O Prazer das Coisas objetivo ultrapassado janeiro
A Lâmpada Mágica objetivo ultrapassado janeiro
Rascunhos objetivo ultrapassado janeiro
Intergalactic Robot objetivo ultrapassado janeiro
O Blog do Jauch objetivo ultrapassado janeiro
Ideias de Leitora 1c4s 1 (2c) fevereiro
Portuguese Portal of Fantasy and Science Fiction 0c2s 2 (2c) setembro
Words a la Carte 1c6s 3 (4c) março
As Leituras do Corvo 4c3s 5 (2c) janeiro
Atmosfera dos Livros - 12 (6c) janeiro
Faces de Marisa - 12 (6c) janeiro
So Happy with Less - 5 (2c) março

Relativamente a balanço... isto correu bem. E é para continuar em 2020.

Aumentou-se a quantidade de menções a material português na internet, que era um dos objetivos, houve algumas pessoas que não costumavam ler FC portuguesa a ler FC portuguesa, que era outro. Eu descobri livros que não conhecia (em grande medida à conta destas mesmas pessoas, o que mostra como é vantajoso não passarmos a vida em circuito fechado), o que não era um objetivo, não era algo que eu esperasse, mas acho excelente que tenha acontecido. Os habitués não tiveram dificuldades em cumprir os mínimos, como eu esperava. Enfim, a coisa correu francamente bem. Só um dos aspetos da ideia falhou redondamente: as menções cruzadas às leiturtugas. A menos que alguém esteja a pensar publicar uma lista completa agora no fim do ano, só eu e o Jauch cumprimos, o que é algo dececionante. Tinha também alguma — muito pouca — esperança que isto levasse à criação de novas publicações mas, como eu suspeitava que sucederia, não levou. Mas tirando isso correu tudo sobre rodas. Portanto é para continuar.

E vou partir do princípio de que todos os que participaram este ano vão também participar para o ano. Isto é, à exceção da Atmosfera dos Livros e das Faces de Marisa (salvo se aparecer no fim do ano a participação dessas publicações, claro), vou partir do princípio de que todos os que estão de momento no projeto vão continuar em 2020. Se não for o caso, avisem-me; se não estão e pretenderem passar a estar, avisem-me também. Parece-me mais simples fazer as coisas assim, i.e., limitar os avisos às mudanças de estado, do que estar a pedir todos os anos a confirmação de participação. Ou seja: avisem-me de entradas, saídas, regressos, suspensões e mudanças de Leiturtugas para Leiturtuguinhas ou vice-versa.

E vamos adiante. Até para o ano que aí vem.

Sem comentários:

Enviar um comentário