terça-feira, 17 de dezembro de 2019

R. M. Berry: Cegueira Uxória

R. M. Berry, o(a) misterioso(a) autor(a) deste Cegueira Uxória (bibliografia) — uma tradução algo desajustada, pelo seu eruditismo, para o mui prosaico título original de Wife Blindness — é bem capaz de ser uma mulher. Ou então é um homem cheio de ironia autocrítica. É que a doença que descreve é enfermidade extremamente comum, diz-se, na população masculina casada, cujos sintomas são principalmente uma progressiva incapacidade... de ver a mulher.

Este é um texto divertido, ainda que sem o rasgo literário de uma Assimilação de Tian Shan-Góbi, por exemplo. A ironia é quase sempre bastante óbvia, visto que corresponde a queixas conjugais que acompanham a vida de casado desde há séculos, com as variações próprias da evolução social e tecnológica. Mas cumpre, tanto os objetivos como a proposta.

Textos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário